Prêmio Açorianos de Música 2015/2016 recebe inscrições até 22 de julho

Vencedores Açorianos Música 2014 2015 - foto Luciano Lanes PMPA

Os vencedores do Prêmio Açorianos de Música 2014/2015. Foto: Luciano Lanes/PMPA

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Açorianos de Música 2015/2016. Nesta edição, a principal premiação da música do Rio Grande do Sul irá contemplar discos e DVDs lançados no segundo semestre de 2015 e no primeiro semestre de 2016. O prazo para inscrições vai até 22 de julho, e a cerimônia de entrega dos troféus está marcada para 1º de novembro, no Auditório Araújo Vianna.

Instituído em 1991, o Prêmio Açorianos de Música contempla CDs e DVDs de gêneros como MPB, pop rock e música instrumental, regional e erudita – incluindo também premiações individuais para músicos, produtores, arranjadores, intérpretes e compositores. Na última edição, realizada em dezembro de 2015, o disco Samboleria, do cantor e compositor Antonio Villeroy, foi escolhido como Álbum do Ano – e Villeroy venceu em outras três categorias. Naquela ocasião, o tema da cerimônia era o centenário de nascimento de Túlio Piva (1915-1993).

Os interessados em inscrever seus trabalhos devem preencher a ficha completa (download abaixo) e entregá-la à Coordenação de Música da SMC junto a exemplares do CD ou DVD a ser inscrito. O regulamento completo do prêmio pode ser consultado no site da Secretaria da Cultura de Porto Alegre (SMC), seção Editais. Mais informações na Coordenação de Música, no Centro Municipal de Cultura (Av. Erico Verissimo, 307 – subsolo da Biblioteca Josué Guimarães), ou pelos telefones (51) 3289-8076 e 3289-8077.

 

Clique para baixar o regulamento e a ficha de inscrição

 

 

Festa do Prêmio Açorianos de Música tem nostalgia e variedade musical

 

premiados Açorianos - foto Luciano Lanes_PMPA

Os contemplados e seus troféus no palco do Araújo Vianna

Cantores e compositores de largas trajetórias, Luiz Carlos Borges e Antonio Villeroy estão entre os grandes vencedores do Prêmio Açorianos de Música 2014/2015, entregue na noite de terça-feira. O primeiro, com seu disco ao vivo comemorativo aos 50 anos de carreira, conquistou todos os troféus do Gênero Regional – compositor, intérprete, instrumentista e álbum. O segundo viu seu eclético Samboleria ser escolhido o Disco do Ano, e também ganhou os prêmios de Espetáculo do Ano e de Álbum e Compositor MPB.

Mas quem saiu da cerimônia realizada no Auditório Araújo Vianna com mais prêmios foi o Quinteto Persch. O grupo de acordeonistas teve seu CD Brasileiríssimo agraciado com cinco troféus – os quatro do Gênero Erudito e o de Arranjador para Adriano Persch. O compositor Leandro Maia, o bandolinista Rafael Ferrari, o projeto Rock de Galpão e a banda Dingo Bells também se destacam entre os contemplados (veja lista completa abaixo).

Tendo como pano de fundo o centenário de Túlio Piva, a festa foi recheada de momentos comoventes. Um deles foi o encontro musical histórico entre os dois homenageados da noite – o pianista Norberto Baldauf e o gaiteiro Renato Borghetti interpretaram Tem que Ter Mulata, com a companhia de Pâmela Amaro (voz e pandeiro), Giovanni Berti (pandeiro) e Daniel Sá (violão).

borghettibaldauf - foto Luciano Lanes_PMPA

Borghetti, Baldauf, Pâmela e Berti

 

Outro foi o tributo aos artistas falecidos desde a última edição do prêmio: enquanto o telão exibia imagens de personalidades como Nico Fagundes, Sérgio Napp, Glênio Reis, Mary Mezzari e Luciano Leindecker, no palco o cantor Chico Saratt interpretou Desgarrados acompanhado do piano de Cristian Sperandir e da Orquestra Unisinos Anchieta, com regência de Evandro Matté.

Também houve nostalgia quando Giuliano Teixeira, neto de Teixeirinha, cantou Querência Amada para lembrar os 30 anos da morte do autor de Coração de Luto, em uma das três menções especiais da noite – as outras duas foram para o projeto Ecarta Musical e para a Oficina Choro e Samba do Santander Cultural.

 

Giuliano Teixeira - foto Luciano Lanes_PMPA

Giuliano Teixeira, Ariani Marques e grupo: “Querência Amada”

Entre as premiações, os números musicais revisitaram a obra de Túlio Piva de acordo com os diferentes gêneros do Açorianos. Assim, Gente da Noite ganhou versão instrumental no violino de Hique Gomez, Pandeiro de Prata virou blues nas guitarras de Fernando Noronha e Bibiana Petek e Encontro Marcado ganhou ênfase melódica na interpretação de Antonio Villeroy. A festa terminou com o neto de Túlio Piva, Rodrigo, trazendo Gente da Noite de volta para seu suingado formato original.

O Prêmio Açorianos de Música é uma realização da Prefeitura de Porto Alegre, por meio da Coordenação de Música da Secretaria Municipal da Cultura.

 

Texto: Luís Bissigo

Fotos: Luciano Lanes/PMPA

 

Os premiados:

 

DISCO DO ANO

Samboleria – Antonio Villeroy

 

DVD

Mais uma Canção – Bebeto Alves

 

ESPETÁCULO

Samboleria – Antonio Villeroy

 

DISCO INFANTIL

O Ônibus do Sobe e Desce – Gelson Oliveira

 

PRODUTOR MUSICAL

André Mehmari – Suíte Maria Bonita e Outras Veredas (Leandro Maia)

 

ARRANJADOR

Adriano Persch – Brasileiríssimo (Quinteto Persch)

 

PROJETO GRÁFICO

Rodrigo Marroni, Leo Lage, Lipe Albuquerque e Dingo Bells – Maravilhas da Vida Moderna

 

REVELAÇÃO

Alana Moraes

 

GÊNERO POP

 

COMPOSITOR

Dingo Bells – Maravilhas da Vida Moderna

 

INSTRUMENTISTA

Fernando Noronha – Time Keeps Rolling (Fernando Noronha & Black Soul)

 

INTÉRPRETE

Tiago Ferraz – Volume II – Ao Vivo nas Missões (Rock de Galpão)

 

ÁLBUM

Volume II – Ao Vivo nas Missões – Rock de Galpão

 

GÊNERO REGIONAL

 

COMPOSITOR

Luiz Carlos Borges – Ao Vivo – 50 Anos

 

INSTRUMENTISTA

Luiz Carlos Borges – Ao Vivo – 50 Anos

 

INTÉRPRETE

Luiz Carlos Borges – Ao Vivo – 50 Anos

 

ÁLBUM

Ao Vivo – 50 Anos – Luiz Carlos Borges

 

GÊNERO MPB

 

COMPOSITOR

Antonio Villeroy – Samboleria

 

INSTRUMENTISTA

Pedro Figueiredo – Café Frio (Killy Freitas e Antonio Skármeta), Cibernauta (Victor Hugo), Terreiros Gaúchos Amores Flutuantes (Gisele Rodrigues), Coisas Nossas (Caio Martinez) e Suíte Maria Bonita e Outras Veredas (Leandro Maia)

 

INTÉRPRETE

Leandro Maia – Suíte Maria Bonita e Outras Veredas

 

ÁLBUM

Samboleria – Antonio Villeroy

 

GÊNERO INSTRUMENTAL

 

COMPOSITOR

Rafael Ferrari – Bandolim Campeiro

 

INSTRUMENTISTA

Leonardo Bittencourt – Prospecto (Marmota)

 

INTÉRPRETE

Rafael Ferrari – Bandolim Campeiro

 

ÁLBUM

Zeros Instrumental – Carlos Badia

 

GÊNERO ERUDITO

 

COMPOSITOR

Toninho Ferragutti – Brasileiríssimo (Quinteto Persch)

 

INSTRUMENTISTA

Quinteto Persch – Brasileiríssimo

 

INTÉRPRETE

Quinteto Persch – Brasileiríssimo

 

ÁLBUM

Brasileiríssimo – Quinteto Persch

 

Homenagem a Túlio Piva garante emoção no Sons da Cidade

Música, memória e emotividade, em doses generosas, marcaram o Sons da Cidade dedicado ao centenário de Túlio Piva, na noite de terça-feira. Fechando a programação do projeto em 2015, o espetáculo Túlio Piva – 100 Anos de Samba reuniu no palco do Teatro Renascença artistas de diferentes gerações para comprovar a imortalidade da obra do autor de Pandeiro de PrataTem que Ter Mulata. Uma performance aplaudida calorosamente por uma plateia que incluiu amigos, familiares e admiradores de Túlio.

Show Túlio Piva - 100 Anos de Samba

O show Túlio Piva – 100 Anos de Samba

A homenagem musical contou com a musicalidade dos netos músicos de Túlio Piva, Rodrigo (voz e violão) e Rogério (violão solo). Eles se somaram a uma banda de primeira categoria – Pedro Figueiredo (flauta e sax), Henry Lentino (bandolim e cavaquinho) e os percussionistas Giovanni Berti e Bruno Coelho. Só essa escalação já garantiria uma grande noite de samba, mas a festa ainda contou com convidados especiais.

Os cantores Anamaria Bolzoni e Guilherme Braga trouxeram o toque da velha guarda, dos tempos românticos da noite de Porto Alegre. Nelson Coelho de Castro e Marcelo Delacroix, cantores e compositores, deram seu toque pessoal como intérpretes. E a nova geração foi representada pela também cantora e compositora Bibiana Petek, dando sotaque contemporâneo ao samba.

Não faltaram momentos emocionantes, como a participação da filha de Túlio, Vera, cantando De Pé no Chão, ou a comoção de Braga lembrando Gente da Noite. Agora, Túlio Piva voltará a ser lembrado na cerimônia do Prêmio Açorianos de Música, em 1º de dezembro, no Auditório Araújo Vianna – três dias antes da data em que é comemorado oficialmente o centenário de nascimento de um dos maiores artistas da canção brasileira.

Texto e foto: Luís Bissigo

Prêmio Açorianos de Música 2014/2015 divulga lista final de indicações

Prêmio Açorianos

Cerimônia do Prêmio Açorianos de Música 2014-2015 será realizada em dezembro

A Coordenação de Música da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) apresenta a lista final de indicações ao Prêmio Açorianos de Música 2014/2015. A premiação contempla discos lançados em 2014 e no primeiro semestre de 2015, e a cerimônia está marcada para 1º de dezembro, às 20h30min, no Auditório Araújo Vianna.

Os indicados à categoria Álbum (subdividida entre os gêneros MPB, Pop, Regional, Instrumental e Erudito) haviam sido anunciados em setembro. Agora, a relação se completa com as indicações para as categorias Espetáculo do Ano, Melhor Disco Infantil, Revelação, Arranjador, Produtor Musical, Projeto Gráfico e DVD do Ano.
O tema da cerimônia do Prêmio Açorianos de Música será o centenário de nascimento do compositor Túlio Piva (1915-1993), autor de clássicos como Pandeiro de Prata e Gente da Noite. Na festa, canções de Túlio serão apresentadas em releituras de diferentes linguagens e estilos musicais, a cargo de artistas convidados como Antonio Villeroy, Chico Saratt, Hique Gomez e Fernando Noronha.
Também serão homenageados, pelo conjunto da obra, o pianista Norberto Baldauf e o gaiteiro Renato Borghetti. Haverá ainda menções especiais aos 30 anos da morte de Teixeirinha, ao projeto Ecarta Musical e à Oficina Choro e Samba do Santander Cultural.
Veja a lista de indicados:
DVD
Ao Vivo – 50 Anos – Luiz Carlos Borges
Mais uma Canção – Bebeto Alves
Volume II – Ao Vivo nas Missões – Rock de Galpão
Insular ao Vivo – Humberto Gessinger
Papas da Língua 20 Anos – Papas da Língua
ESPETÁCULO
Chimango – O Musical – Arthur Barbosa e Orquestra Sinfônica de Porto Alegre
O Grande Encontro – Os Sucessos dos Festivais – 2ª Edição – Vários artistas
Samboleria – Antonio Villeroy
Suíte Maria Bonita e Outras Veredas – Leandro Maia
A Saga de um Homem Comum – Capitão Rodrigo
DISCO INFANTIL
Vem Brincar na Rua – Kitty Driemeyer
Cuidado que Ronca – Cuidado que Mancha
O Ônibus do Sobe e Desce – Gelson Oliveira
PRODUTOR MUSICAL
André Mehmari – Suíte Maria Bonita e Outras Veredas (Leandro Maia)
Antonio Villeroy e Berna Ceppas – Samboleria
Christiaan Oyens – Com Todas as Letras (Kleiton & Kledir)
Estado das Coisas e Hique Gomez – Volume II – Ao Vivo nas Missões (Rock de Galpão)
Marcelo Corsetti e Bebeto Alves – Milonga Orientao (Bebeto Alves y los Blackbagualnegovéio)
ARRANJADOR
Adriano Persch – Brasileiríssimo (Quinteto Persch)
Daniel Wolff – Canção do Porto
Carlos Badia – Zeros
Irish Fellas – Come South Along the Road
Cristian Sperandir – Cibernauta (Victor Hugo)
PROJETO GRÁFICO
Rodrigo Marroni, Leo Lage, Lipe Albuquerque e Dingo Bells – Maravilhas da Vida Moderna
Felipe Taborda – Com Todas as Letras (Kleiton & Kledir)
Leo Garbin – Come South Along the Road (Irish Fellas)
Ricardo Pirecco – Renascentes
Valder Valeirão/Nativus Design – Zeros (Carlos Badia)
REVELAÇÃO
Marmota
Rafael Ferrari
Alana Moraes
Bibiana Petek
Grupo Ìbejì
ÁLBUM
Gênero Pop
Compositor
Dingo Bells – Maravilhas da Vida Moderna
Nenung – Serenoato (Nenung & Projeto Dragão)
João Ortácio e Dionísio Monteiro – Renascentes
Esteban – Saca la Muerte de tu Vida
Naddo Pontes – Naddo Entre Gigantes
Intérprete
Clarissa Mombelli – Nessa Estrada & no Fim
Tiago Ferraz – Volume II – Ao Vivo nas Missões (Rock de Galpão)
Ian Ramil – IAN
Grupo Ìbejì – Ìtàn òrun àti ilé ayé – Histórias do Céu e Terra
JJ – Ao Vivo na Ilha (Stereosound)
Instrumentista
Fernando Noronha – Time Keeps Rolling (Fernando Noronha & Black Soul)
Caetano Maschio Santos – Come South Along the Road (Irish Fellas)
Rafa Schuler – Rafa Schuler & Os Mostardas
Oly Jr. – Dedo de Vidro
Grecco Buratto – Essas Coisas Todas
Álbum
Volume II – Ao Vivo nas Missões – Rock de Galpão
Renascentes – Renascentes
Frida – Frida
Dedo de Vidro – Oly Jr.
Saca la Muerte de tu Vida – Esteban
Gênero Regional
Compositor
Luiz Carlos Borges – Ao Vivo – 50 Anos
Martim César – Paisagem Interior
Mauro Moraes – Com o Violão na Garupa
Sérgio Carvalho Pereira – Sul (Luiz Marenco e Sérgio Carvalho Pereira)
João Sampaio – Milongas de Pampa y Cielo (Nilton Ferreira)
Intérprete
Marco Aurélio Vasconcellos – Paisagem Interior
Marcelo Oliveira – Nos Dizeres do Cecêu (Rafael Teixeira Chiappetta & Marcelo Oliveira)
Luiz Carlos Borges – Ao Vivo – 50 Anos
Nilton Ferreira – Milongas de Pampa y Cielo
Pedro Ortaça – Pedro Ortaça & Filhos
Instrumentista
Yuri Menezes – Ao Vivo – 50 Anos (Luiz Carlos Borges)
Luiz Carlos Borges – Ao Vivo – 50 Anos
Rodrigo Maia – Ao Vivo – 50 Anos (Luiz Carlos Borges)
Ricardo Comassetto – Bagualles, um Canto de Amor à Terra (Juan Daniel Isernhagen)
Gabriel Selvage – Milongas de Pampa y Cielo (Nilton Ferreira)
Álbum
Ao Vivo – 50 Anos – Luiz Carlos Borges
Paisagem Interior – Marco Aurélio Vasconcellos, Martim César, Paulo Timm e Alessandro Gonçalves
Sul – Luiz Marenco e Sérgio Carvalho Pereira
Com o Violão na Garupa  – Mauro Moraes
À Sombra de um Cinamomo – Zé Renato Daudt
Gênero MPB
Compositor
Kleiton Ramil e Kledir Ramil – Com Todas as Letras
Leandro Maia – Suíte Maria Bonita e Outras Veredas
Antonio Villeroy – Samboleria
Caio Martinez – Coisas Nossas
Bebeto Alves – Milonga Orientao (Bebeto Alves y los Blackbagualnegovéio)
Intérprete
Leandro Maia – Suíte Maria Bonita e Outras Veredas
Pirisca Grecco – Vidro dos Olhos – Grecco Canta Rillo
Dudu Sperb – Coração Sol
Caio Martinez – Coisas Nossas
Antonio Villeroy – Samboleria
Instrumentista
Gastão Villeroy – Samboleria (Antonio Villeroy)
Pedro Figueiredo – Café Frio (Killy Freitas e Antonio Skármeta), Cibernauta (Victor Hugo), Terreiros Gaúchos Amores Flutuantes (Gisele Rodrigues), Coisas Nossas (Caio Martinez) e Suíte Maria Bonita e Outras Veredas (Leandro Maia)
Matheus Kleber – Zeros Canções (Carlos Badia)
Daniel Wolff – Canção do Porto
Vagner Cunha – Coração Sol (Dudu Sperb)
Álbum
Samboleria – Antonio Villeroy
Náufragos Urbanos – Cartas de Marear – Martim César, Ro Bjerk e Ricardo Fragoso
Suíte Maria Bonita e Outras Veredas – Leandro Maia
Zeros Canções – Carlos Badia
Com Todas as Letras – Kleiton & Kledir
Gênero Instrumental
Compositor
Rafael Ferrari – Bandolim Campeiro
Luciano Maia – Janelas ao Sul
Leonardo Bittencourt – Prospecto (Marmota)
Carlos Badia – Zeros Instrumental
Cristiano Varisco – Trilhas Sonoras para Filmes Imaginários
Intérprete
Rafael Ferrari – Bandolim Campeiro
Luciano Maia – Janelas ao Sul
Maurício Horn – Promessa (Quinteto Canjerana)
Pedro Moser – Prospecto (Marmota)
Luiz Cardoso – Sinfonia Gaúcha
Instrumentista
Luciano Maia – Janelas ao Sul
Rafael Ferrari – Bandolim Campeiro
Luiz Cardoso – Sinfonia Gaúcha
Maurício Horn – Promessa (Quinteto Canjerana)
Leonardo Bittencourt – Prospecto (Marmota)
Álbum
Bandolim Campeiro – Rafael Ferrari
Janelas ao Sul – Luciano Maia
Sinfonia Gaúcha – Luiz Cardoso
Prospecto – Marmota
Zeros Instrumental – Carlos Badia
Gênero Erudito
Compositor
Toninho Ferragutti – Brasileiríssimo (Quinteto Persch)
Ernani Aguiar – Brasileiríssimo (Quinteto Persch)
James Correa – Coletânea de Música Eletroacústica da UFRGS – Vol. 1 e Vol. 2
Eloy Fritsch – Coletânea de Música Eletroacústica da UFRGS – Vol. 1 e Vol. 2
Luciano Zanatta – Coletânea de Música Eletroacústica da UFRGS – Vol. 1 e Vol. 2
Intérprete
Capparelli, Domenici, Fialkow e Loss – A Música para Piano de Camargo Guarnieri
Quinteto Persch – Brasileiríssimo
Carla Maffioletti – Turnê Brasil (Camerata OntoArte Recanto Maestro e Carla Maffioletti)
Instrumentista
Quinteto Persch – Brasileiríssimo
Cristina Capparelli – A Música para Piano de Camargo Guarnieri
Ney Fialkow – A Música para Piano de Camargo Guarnieri
André Loss – A Música para Piano de Camargo Guarnieri
Catarina Domenici – A Música para Piano de Camargo Guarnieri
Álbum
Brasileiríssimo – Quinteto Persch
Turnê Brasil – Camerata OntoArte Recanto Maestro e Carla Maffioletti
Coletânea de Música Eletroacústica da UFRGS – Vol. 1 e Vol. 2 – Vários
A Música para Piano de Camargo Guarnieri – Capparelli, Domenici, Fialkow e Loss

Prêmio Açorianos de Música 2014/2015 anuncia primeiros indicados

Túlio Piva

O centenário do nascimento de Túlio Piva será o tema da cerimônia do Prêmio Açorianos de Música, em dezembro. Foto: reprodução

A Coordenação de Música da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) apresenta a lista com os indicados ao Prêmio Açorianos de Música 2014/2015 na categoria Álbum. A premiação – distribuída entre os gêneros MPB, Pop, Regional, Instrumental e Erudito – contempla discos lançados em 2014 e no primeiro semestre de 2015.

O prêmio vai destacar também artistas nas categorias Espetáculo do Ano, Melhor Disco Infantil, Revelação, Arranjador, Produtor Musical, Projeto Gráfico e DVD do Ano. A lista de indicados para esses troféus será divulgada em novembro.

A cerimônia do Açorianos de Música 2014/2015 está marcada para 1º de dezembro, no Auditório Araújo Vianna. O tema da festa será o centenário de nascimento do compositor Túlio Piva (1915-1993), autor de clássicos como Pandeiro de Prata e Gente da Noite. Serão homenageados, pelo conjunto da obra, o pianista Norberto Baldauf e o gaiteiro Renato Borghetti. Haverá ainda menções especiais aos 30 anos da morte de Teixeirinha, ao projeto Ecarta Musical e à Oficina Choro e Samba do Santander Cultural.

Veja a primeira lista de indicados:
Gênero Pop

Compositor
Dingo Bells – Maravilhas da Vida Moderna
Nenung – Serenoato (Nenung & Projeto Dragão)
João Ortácio e Dionísio Monteiro – Renascentes
Esteban – Saca la Muerte de tu Vida
Naddo Pontes – Naddo Entre Gigantes

Intérprete
Clarissa Mombelli – Nessa Estrada & no Fim
Tiago Ferraz – Volume II – Ao Vivo nas Missões (Rock de Galpão)
Ian Ramil – IAN
Grupo Ìbejì – Ìtàn òrun àti ilé ayé – Histórias do Céu e Terra
JJ – Ao Vivo na Ilha (Stereosound)

Instrumentista
Fernando Noronha – Time Keeps Rolling (Fernando Noronha & Black Soul)
Caetano Maschio Santos – Come South Along the Road (Irish Fellas)
Rafa Schuler – Rafa Schuler & Os Mostardas
Oly Jr. – Dedo de Vidro
Grecco Buratto – Essas Coisas Todas

Álbum
Volume II – Ao Vivo nas Missões – Rock de Galpão
Renascentes – Renascentes
Frida – Frida
Dedo de Vidro – Oly Jr.
Saca la Muerte de tu Vida – Esteban

Gênero Regional

Compositor
Luiz Carlos Borges – Ao Vivo – 50 Anos
Martim César – Paisagem Interior
Mauro Moraes – Com o Violão na Garupa
Sérgio Carvalho Pereira – Sul (Luiz Marenco e Sérgio Carvalho Pereira)
João Sampaio – Milongas de Pampa y Cielo (Nilton Ferreira)

Intérprete
Marco Aurélio Vasconcellos – Paisagem Interior
Marcelo Oliveira – Nos Dizeres do Cecêu (Rafael Teixeira Chiappetta & Marcelo Oliveira)
Luiz Carlos Borges – Ao Vivo – 50 Anos
Nilton Ferreira – Milongas de Pampa y Cielo
Pedro Ortaça – Pedro Ortaça & Filhos

Instrumentista
Iuri Menezes – Ao Vivo – 50 Anos (Luiz Carlos Borges)
Luiz Carlos Borges – Ao Vivo – 50 Anos
Rodrigo Maia – Ao Vivo – 50 Anos (Luiz Carlos Borges)
Ricardo Comassetto – Bagualles, um Canto de Amor à Terra (Juan Daniel Isernhagen)
Gabriel Selvage – Milongas de Pampa y Cielo (Nilton Ferreira)

Álbum
Ao Vivo – 50 Anos – Luiz Carlos Borges
Paisagem Interior – Marco Aurélio Vasconcellos, Martim César, Paulo Timm e Alessandro Gonçalves
Sul – Luiz Marenco e Sérgio Carvalho Pereira
Com o Violão na Garupa – Mauro Moraes
À Sombra de um Cinamomo – Zé Renato Daudt

Gênero MPB

Compositor
Kleiton Ramil e Kledir Ramil – Com Todas as Letras (Kleiton & Kledir)
Leandro Maia – Suíte Maria Bonita e Outras Veredas
Antonio Villeroy – Samboleria
Caio Martinez – Coisas Nossas
Bebeto Alves – Milonga Orientao (Bebeto Alves y los Blackbagualnegovéio)

Intérprete
Leandro Maia – Suíte Maria Bonita e Outras Veredas
Pirisca Grecco – Vidro dos Olhos – Grecco Canta Rillo
Dudu Sperb – Coração Sol
Caio Martinez – Coisas Nossas
Antonio Villeroy – Samboleria

Instrumentista
Gastão Villeroy – Samboleria (Antonio Villeroy)
Pedro Figueiredo – Café Frio (Killy Freitas e Antonio Skármeta), Cibernauta (Victor Hugo), Terreiros Gaúchos Amores Flutuantes (Gisele Rodrigues), Coisas Nossas (Caio Martinez) e Suíte Maria Bonita e Outras Veredas (Leandro Maia)
Matheus Kleber – Zeros Canções (Carlos Badia)
Daniel Wolff – Canção do Porto
Vagner Cunha – Coração Sol (Dudu Sperb)

Álbum
Samboleria – Antonio Villeroy
Náufragos Urbanos – Cartas de Marear – Martim César, Ro Bjerk e Ricardo Fragoso
Suíte Maria Bonita e Outras Veredas – Leandro Maia
Zeros Canções – Carlos Badia
Com Todas as Letras – Kleiton & Kledir

Gênero Instrumental

Compositor
Rafael Ferrari – Bandolim Campeiro
Luciano Maia – Janelas ao Sul
Leonardo Bittencourt – Prospecto (Marmota)
Carlos Badia – Zeros Instrumental
Cristiano Varisco – Trilhas Sonoras para Filmes Imaginários

Intérprete
Rafael Ferrari – Bandolim Campeiro
Luciano Maia – Janelas ao Sul
Maurício Horn – Promessa (Quinteto Canjerana)
Pedro Moser – Prospecto (Marmota)
Luiz Cardoso – Sinfonia Gaúcha

Instrumentista
Luciano Maia – Janelas ao Sul
Rafael Ferrari – Bandolim Campeiro
Luiz Cardoso – Sinfonia Gaúcha
Maurício Horn – Promessa (Quinteto Canjerana)
Leonardo Bittencourt – Prospecto (Marmota)

Álbum
Bandolim Campeiro – Rafael Ferrari
Janelas ao Sul – Luciano Maia
Sinfonia Gaúcha – Luiz Cardoso
Prospecto – Marmota
Zeros Instrumental – Carlos Badia

Gênero Erudito

Compositor
Toninho Ferragutti – Brasileiríssimo (Quinteto Persch)
Ernani Aguiar – Brasileiríssimo (Quinteto Persch)
James Correa – Coletânea de Música Eletroacústica da UFRGS – Vol. 1 e Vol. 2
Eloy Fritsch – Coletânea de Música Eletroacústica da UFRGS – Vol. 1 e Vol. 2
Luciano Zanatta – Coletânea de Música Eletroacústica da UFRGS – Vol. 1 e Vol. 2

Intérprete
Capparelli, Domenici, Fialkow e Loss – A Música para Piano de Camargo Guarnieri
Quinteto Persch – Brasileiríssimo
Carla Maffioletti – Turnê Brasil (Camerata OntoArte Recanto Maestro e Carla Maffioletti)

Instrumentista
Quinteto Persch – Brasileiríssimo
Cristina Capparelli – A Música para Piano de Camargo Guarnieri
Ney Fialkow – A Música para Piano de Camargo Guarnieri
André Loss – A Música para Piano de Camargo Guarnieri
Catarina Domenici – A Música para Piano de Camargo Guarnieri

Álbum
Brasileiríssimo – Quinteto Persch
Turnê Brasil – Camerata OntoArte Recanto Maestro e Carla Maffioletti
Coletânea de Música Eletroacústica da UFRGS – Vol. 1 e Vol. 2 – Vários
A Música para Piano de Camargo Guarnieri – Capparelli, Domenici, Fialkow e Loss

Sons da Cidade de agosto alterna climas acústicos e eletrônicos

A edição de agosto do projeto Sons da Cidade, na noite da última terça-feira, percorreu trajetos sonoros possíveis entre a sutileza e o suingue, indo do acústico ao eletrônico. No palco do Teatro Renascença, o cantor e compositor Marco Araujo apostou em uma performance melódica e intimista, e o espetáculo Brasinaria explorou recursos contemporâneos para enriquecer a linguagem do samba tradicional brasileiro.

Marco Araujo deu início à noite em uma formação que privilegiou as melodias e as letras das canções. Com Costa Lima (baixo e voz), Diego Costa (violão e viola de 12 cordas) e Vinícius Nogueira (violino), ele mostrou canções do álbum Mar de Dentro e também músicas do próximo disco, Além da Noite dos Poetas, nas quais a cultura litorânea é a principal inspiração. Eventualmente pontuada com percussões leves, a apresentação teve vários momentos de participação do público com palmas e coros. Entre os pontos altos, a versão voz-e-violão de Pandorga e o clima jazzístico de Olhos de Simbad.

Marco Araujo e seu grupo

Marco Araujo e seu grupo

Na sequência, Danny Calixto (voz e violão), Max Garcia (violão de sete cordas e cavaquinho) e Giovanni Berti e Fernando Sessé (percussão e samplers) propuseram uma viagem ao Brasil dos anos 40 e 50. O show Brasinaria tem como ponto de partida canções de artistas como Braguinha e Padeirinho, revisitadas em novos arranjos – nos quais vozes, violões, percussões e samplers se combinam na medida certeira para revelar o quanto os versos de antigamente podem soar atuais. Além da sonoridade, um dos destaques do show foi o cenário de Santiago Grillo, combinando simplicidade e requinte.

O show Brasinaria, com o cenário de Grillo ao fundo

O show Brasinaria, com o cenário de Santiago Grillo ao fundo

A próxima edição do Sons da Cidade está marcada para 29 de setembro, também no Teatro Renascença.

Sons da Cidade terá samba e música litorânea em agosto

Depois de uma edição voltada ao reggae e ao rap, o projeto Sons da Cidade se volta para a música brasileira no mês de agosto. No dia 4/8, no Teatro Renascença, o compositor e cantor Marco Araujo mostra seu trabalho, influenciado pela cultura do litoral gaúcho, e o espetáculo Brasinaria dá nova roupagem a sambas dos anos 40 e 50.

Marco Araujo

Marco Araujo. Foto: Marlene Reinaldo

Radicado em Porto Alegre desde os anos 80, o riograndino Marco Araujo coleciona participações e prêmios em festivais voltados à produção autoral, como o Canto da Lagoa (em Encantado) e a Califórnia da Canção Nativa (em Uruguaiana), além de ter atuado no Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF).

Veja a canção Afeto.

Lançou em 2008 o álbum Mar de Dentro, que será a base do roteiro do show no Sons da Cidade – com espaço também para músicas inéditas de seu próximo disco, Além da Noite dos Poetas.

Brasinaria

A trupe do espetáculo Brasinaria: Foto de Marilis Almeida

Em Brasinaria, canções da metade do século 20 ganham elementos contemporâneos. O repertório – definido a partir de ampla pesquisa feita pela cantora e compositora Danny Calixto – é de sambas assinados por nomes como Ataulfo Alves, Jackson do Pandeiro, Dorival Caymmi e Pixinguinha.

Veja a canção Patrão, Prenda seu Gado.

Os arranjos incluem instrumentos tradicionais e elementos eletrônicos, e foram criados por Danny (voz e violão) em parceria com os instrumentistas Max Garcia (violão de sete cordas e cavaquinho) e Giovanni Berti e Fernando Sessé (percussão e samplers).

O evento começa às 20h e o ingresso é a doação de um quilo de alimento não perecível. A retirada das senhas pode ser feita na bilheteria do teatro, no dia do show, a partir das 19h.

Mais informações no Facebook.