Vanessa Longoni e Eduardo Pitta têm casa cheia no Sons da Cidade

Dois belos espetáculos, com plateia praticamente lotada, garantiram o sucesso da última edição do projeto Sons da Cidade neste ano. Na noite de terça-feira, Vanessa Longoni e Eduardo Pitta levaram ao palco do Teatro Renascença doses generosas de talento e carisma, mostrando seus novos discos para um público numeroso e receptivo.

A performance de Pitta garantiu um ótimo início à nova fase da trajetória do cantor e compositor, que já havia experimentado o sucesso como integrante do grupo Se Ativa. Agora, ele aposta em seu trabalho solo, apresentado em clima intimista, à base de voz, violão e malandragem. O repertório de seu disco de estreia, Pra Relaxar, tem no samba seu elemento principal, mas também abre espaço para outras vertentes da música brasileira. Canções como Questão de Identidade e Alegria tem preço e tem hora – esta, no final do show, com a inspirada participação de André Ferreira (tantã) e Thiago Kroeff (pandeiro) – foram alguns dos destaques do roteiro.

Eduardo Pitta, com André Ferreira e Thiago Kroeff. Foto: Carla Balbinot

Eduardo Pitta, com André Ferreira e Thiago Kroeff

Mais sutilezas melódicas vieram quando Vanessa Longoni entrou no palco para cantar as músicas do disco Canção para Voar (2013). Intérprete de grande intensidade vocal e dramática, ela apostou em uma sonoridade que uniu delicadeza e energia, executada à perfeição pelos instrumentistas André Siqueira (violão e piano) e Marcelo Cebukin (flautas, clarinete e violão). Também passaram pelo palco, em diferentes momentos, os amigos e convidados Marcelo Delacroix (em Folia do Divino) e Arthur de Faria (na inédita Só por hoje, por favor), além do próprio Eduardo Pitta, coautor de uma das canções do repertório, Painho Cuspiu.

Vanessa Longoni (ao centro), com o convidado Pitta. Foto: Carla Balbinot

Vanessa Longoni (ao centro), com o convidado Pitta

A noite terminou com Vanessa e seus convidados em uma interpretação empolgada de O Quereres, de Caetano Veloso, fechando com euforia a programação do Sons da Cidade em 2014.

Fotos: Carla Balbinot

Texto: Luís Bissigo

Anúncios

Réveillon 2014/2015 deve reunir milhares na Prainha do Gasômetro

Festa reuniu cerca de 100 mil pessoas, segundo a BM, na noite de 31 de dezembro de 2013

Festa reuniu cerca de 100 mil pessoas, segundo a BM, na noite de 31 de dezembro de 2013. Foto: Joel Vargas/PMPA

A Prefeitura de Porto Alegre já prepara a festa de Réveillon 2014/2015, a ser realizada na Usina da Gasômetro na noite de 31 de dezembro. O evento, uma tradição no verão da capital gaúcha, terá shows musicais a partir do final da tarde e até a madrugada do dia 1° de janeiro.

A expectativa é reunir milhares de pessoas na orla do Guaíba – a última edição, na virada de 2013 para este ano, reuniu em torno de 100 mil pessoas, segundo estimativas da Brigada Militar durante a festa. À meia-noite, o espetáculo pirotécnico será realizado com a emissão dos fogos de artifício a partir de balsas posicionadas nas águas do Guaíba.

A lista completa de atrações será divulgada no início de dezembro. O evento, realizado pela Secretaria Municipal de Cultura, é gratuito e aberto ao público. Mais informações pelo telefone (51) 3289-8119.

Prêmio Açorianos de Música terá novidades em 2015

Cerimônia do Prêmio Açorianos de Música 2013, realizada em abril, homenageou a cantora Lourdes Rodrigues. Foto: Ricardo Stricher/PMPA

Cerimônia do Prêmio Açorianos de Música 2013, realizada em abril, homenageou a cantora Lourdes Rodrigues. Foto: Ricardo Stricher/PMPA

Principal premiação da música do Rio Grande do Sul, o Açorianos de Música terá um calendário diferenciado em 2015. Tradicionalmente realizada no primeiro semestre, a cerimônia de entrega do prêmio passará a ser feita no final do ano, em dezembro. A novidade segue uma proposta desenvolvida dentro da Secretaria Municipal da Cultura visando tornar mais próximas as datas das festas do Prêmio Açorianos das diferentes áreas artísticas – além da música, há também premiações para artes cênicas, artes plásticas, dança e literatura.

Com a mudança na data, o Açorianos de Música 2014/2015 vai contemplar obras lançadas ao longo do ano de 2014 e também no primeiro semestre de 2015. Assim, os artistas interessados em concorrer ganharão mais tempo: as inscrições serão abertas no início do segundo semestre de 2015, em período a ser definido. A edição seguinte do prêmio, em 2016, irá avaliar trabalhos lançados no segundo semestre de 2015 e no primeiro semestre de 2016, e assim sucessivamente.

O Prêmio Açorianos de Música, instituído em 1991, é uma realização da Prefeitura Municipal, por meio da Coordenação de Música da Secretaria Municipal da Cultura. Para mais informações, o telefone da coordenação é (51) 3289-8119.

Estúdio Geraldo Flach recebe inscrições

Está aberto, até o dia 1° de dezembro, o período de inscrições para utilização do Estúdio Geraldo Flach durante o ano de 2015. O espaço, instalado no Teatro de Câmara Túlio Piva (Rua da República, 575), oferece a músicos e artistas populares da cidade a oportunidade de gravar trabalhos inéditos, mediante uma taxa de R$ 100 por temporada. Os interessados podem se candidatar para ocupar o estúdio em uma das oito temporadas disponíveis, entre março e novembro do ano que vem.

As inscrições podem ser feitas na Coordenação de Música da Secretaria Municipal da Cultura (SMC). Os candidatos – artistas individuais ou grupos – têm de entregar, no ato da inscrição, um CD com pelo menos três das músicas que pretendem gravar no estúdio. É preciso ter idade igual a superior a 18 anos e ser residente em Porto Alegre.

O objetivo do estúdio – cujo nome homenageia o pianista, compositor e arranjador Geraldo Flach (1945-2011) – é atender exclusivamente a produções independentes, sem aporte de gravadora ou patrocinadores. O espaço funciona de segunda a sexta-­feira, das 8h30min às 12h e das 13h30min às 18h, exceto em feriados.

O regulamento completo do edital e os formulários para inscrição podem ser acessados na página da Secretaria Municipal da Cultura na internet (item Editais), ou neste link:

http://www2.portoalegre.rs.gov.br/smc/default.php?reg=447&p_secao=184

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones:

(51) 3224-5466 (Estúdio Geraldo Flach)

(51) 3289-8119 (Coordenação de Música SMC)