República do Rock tem noite elétrica com Frank Jorge e Phantom Powers

Na noite seguinte ao Dia Mundial do Rock, o gênero foi celebrado em dose dupla no palco do Teatro Renascença. Com estilos distintos, ambos com grande intensidade guitarreira, o compositor Frank Jorge e o duo Phantom Powers fizeram os shows da edição de julho do projeto República do Rock, trazendo vitalidade elétrica para a noite fria e chuvosa de terça-feira.

Na primeira performance do roteiro, os Phantom Powers mostraram que um duo de guitarristas pode fazer tanto barulho quanto uma banda de três ou quatro integrantes. Enquanto Ray Z se dedicou à guitarra melódica, explorando belos timbres e por vezes fazendo uma linha grave semelhante a um contrabaixo, Tio Vico se desdobrou entre os vocais roucos, a guitarra rítmica e a percussão – bumbo, caixa e pratos acionados com os pés. Com canções em inglês e falas em espanhol, a dupla alternou momentos dramáticos e dançantes, combinando sonoridades essenciais do rock, como o blues e o country, em uma atmosfera que remetia a garagens, saloons e estradas empoeiradas do oeste americano.

Phantom Powers

Tio Vico e Ray Z, os Phantom Powers

Se a noite começou com ecos de Johnny Cash e Tom Waits, a performance seguinte invocou Beatles e Jovem Guarda em alta voltagem. Com grande entrosamento e sem economizar energia nem melodia, Frank Jorge e sua banda – Felipe Rotta (guitarra e voz), Régis Sam (baixo) e Alexandre Birck (bateria) – fizeram uma sessão de iê-iê-iê turbinado contemporâneo. A força da performance serviu bem para canções clássicas – como Nunca DigaAmigo Punk, com direito a coro da plateia – e também para músicas novas, que deverão aparecer no próximo disco do compositor. Ainda houve espaço para homenagens a Beatles, Beach Boys e Julio Reny – um dos grandes parceiros de Frank, que na mesma noite estava lançando a biografia Histórias de Amor & Morte – e para uma curiosa versão instrumental de Je t’aime… moi non plus, do francês Serge Gainsbourg.

Frank Jorge

Frank Jorge e sua banda

O República do Rock volta ao Teatro Renascença em 25 de agosto, com apresentações das bandas Pupilas Dilatadas e Dating Robots.

Fotos: Carla Balbinot

Texto: Luís Bissigo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s