Sons da Cidade terá samba e música litorânea em agosto

Depois de uma edição voltada ao reggae e ao rap, o projeto Sons da Cidade se volta para a música brasileira no mês de agosto. No dia 4/8, no Teatro Renascença, o compositor e cantor Marco Araujo mostra seu trabalho, influenciado pela cultura do litoral gaúcho, e o espetáculo Brasinaria dá nova roupagem a sambas dos anos 40 e 50.

Marco Araujo

Marco Araujo. Foto: Marlene Reinaldo

Radicado em Porto Alegre desde os anos 80, o riograndino Marco Araujo coleciona participações e prêmios em festivais voltados à produção autoral, como o Canto da Lagoa (em Encantado) e a Califórnia da Canção Nativa (em Uruguaiana), além de ter atuado no Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF).

Veja a canção Afeto.

Lançou em 2008 o álbum Mar de Dentro, que será a base do roteiro do show no Sons da Cidade – com espaço também para músicas inéditas de seu próximo disco, Além da Noite dos Poetas.

Brasinaria

A trupe do espetáculo Brasinaria: Foto de Marilis Almeida

Em Brasinaria, canções da metade do século 20 ganham elementos contemporâneos. O repertório – definido a partir de ampla pesquisa feita pela cantora e compositora Danny Calixto – é de sambas assinados por nomes como Ataulfo Alves, Jackson do Pandeiro, Dorival Caymmi e Pixinguinha.

Veja a canção Patrão, Prenda seu Gado.

Os arranjos incluem instrumentos tradicionais e elementos eletrônicos, e foram criados por Danny (voz e violão) em parceria com os instrumentistas Max Garcia (violão de sete cordas e cavaquinho) e Giovanni Berti e Fernando Sessé (percussão e samplers).

O evento começa às 20h e o ingresso é a doação de um quilo de alimento não perecível. A retirada das senhas pode ser feita na bilheteria do teatro, no dia do show, a partir das 19h.

Mais informações no Facebook.

Anúncios